Entrevista com MF Maximo Iack Macedo!

PDF Imprimir E-mail
Escrito por Xadrez Potiguar   
Dom, 03 de Junho de 2012 23:27

Vamos conhecer um pouco mais sobre Maximo Iack Miranda de Macedo, Mestre Fide, Tetracampeão Potiguar e vice-campeão do Torneio Internacional ITT CCAN (2º Ciclo), o que lhe rendeu sua primeira Norma de MI no último dia 29 de maio em Buenos Aires/ARG. Nascido em Natal há 25 anos, começou cedo no esporte/arte/ciência: aos 4 anos. Atualmente é o 22º no Ranking Nacional Absoluto.

  

 

Xadrez Potiguar: Conte-nos um pouco sobre você. Quem é Maximo Iack Macedo? E como encara o Xadrez?

  MF Maximo Iack Macedo: Sou uma pessoa tranqüila e de bem com a vida, gosto de coisas simples e procuro viver fazendo o que me alegra e entusiasma. O xadrez tem sido uma grande paixão ao longo de toda minha vida e no atual momento é também minha atividade profissional. 

XP: Você está bem ativo em 2012. Conte-nos como está sendo seu desempenho, em especial como foi a sua primeira jornada fora do Brasil. 

Iack: Há cerca de 10 meses resolvi encarar com mais seriedade o xadrez, estou mantendo uma rotina diária de estudos e tentando jogar o maior número possível de partidas oficiais, acho que os resultados estão sendo bastante positivos. A experiência na Argentina foi ótima, no entanto tive um pouco de dificuldade no primeiro torneio principalmente devido a um resfriado adquirido em decorrência da mudança de clima (para quem mora em Natal/RN, a cidade do sol, a adaptação é um pouco dura). No segundo, além de estar melhor adaptado também tive mais tempo para me preparar contra meus adversários. O ganho de experiência nesses torneios foi enorme.

 

XP: Há quanto tempo você joga Xadrez e como foi sua iniciação?

Iack: O xadrez é bastante tradicional na minha família, todos (avô, pai, tios, irmãos e primos) sabem movimentar as peças e a maioria participa ou participou de torneios. Meu avô, Luiz Soares de Macedo, foi o pioneiro e até hoje aos 89 anos se encontra em atividade. Aprendi a jogar aos 4 anos através do meu irmão, AF Máximo Igor Macedo e meu pai MF Máximo Valério Macedo. Meu primeiro torneio foi aos 5 e após um desastroso Pan-Americano em Blumenau/SC aos 8 ou 9 anos, acabei trocando o xadrez pelo futebol, voltando a jogar com mais seriedade e a disputar torneios de categorias com 13 anos.

XP: Além da conquista da Norma em Buenos Aires no Torneio Internacional ITT CCAN, você já teve outros resultados expressivos?

Iack: Os principais foram: Campeão da Semifinal do Brasileiro 2009 (última unificada), Tetracampeão Estadual do RN e Vice-Campeão Brasileiro Universitário 2010.

XP: Sobre os programas e suas funcionalidades, o que você acha?

Iack: Acho que o uso de programas é indispensável, principalmente nos níveis mais altos. Uma preparação adequada com programas de análises e banco de dados proporcionará praticidade, organização e ganho de tempo.

XP: Você ganhou visibilidade após a conquista da Norma em Buenos Aires. Como surgiu a oportunidade?

Iack: A indicação partiu de um grande amigo e também companheiro de equipe (Piracicaba) MI Leonardo Fusco, acatada pelo organizador e amigo AI Luís Segóvia, ambos argentinos. Mas não teria sido possível sem o apoio e incentivo do meu tio/padrinho Fábio Macedo, forte enxadrista (Elo 2175), atuante em torneios até meados da década de 1990.

XP: Teve algum momento difícil em especial?

Iack: Sim, a primeira partida do 2º torneio, contra o argentino German Spata, mexeu um pouco, pois imprecisões causadas pelo apuro de tempo me fizeram perder 1 ponto inteiro em uma posição ganha, mas consegui reagir com duas vitorias consecutivas, me colocando de volta na disputa.

XP: Quando você sentiu que poderia obter a Norma?

Iack: Quando venci o argentino Maximiliano Perez de pretas na 6ª rodada, pois com 1½ em 3 partidas garantiria a Norma.

XP: Qual sua melhor partida em 2012, que você gostaria mostrar aos nossos internautas?

Iack: A vitória contra o GM Krikor Sevag, apesar de possuir alguns erros de ambos, mas tem uma grande importância pelo nível do jogador.

MF Maximo Iack Macedo - GM Krikor Sevag Mekhitarian 

1.  d4 Nf6 2.  c4 e6 3.  Nc3 Bb4 4.  e3 b6 5.  Bd3 Bb7 6.  Nf3 O-O 7.  a3 Bxc3+ 8.  bxc3 Be4 9.  Be2 c5 10.  O-O Nc6 11.  Nd2 Bg6 12.  f3 d6 13.  Nb3 e5 14.  e4 Nd7 15.  g4 Qe7 16.  Ra2 Rac8 17.  Rd2 Rc7 18.  Qe1 Nd8 19.  d5 h5 20.  Bd3 b5 21.  Na5 bxc4 22.  Nxc4 hxg4 23.  fxg4 Nf6 24.  h3 Nb7 25.  Rd1 Nh7 26.  h4 f6 27.  Qg3 Qd7 28.  Rf2 Qa4 29.  Rdf1 Be8 30.  g5 fxg5 31.  Rxf8+ Nxf8 32.  Bxg5 Bb5 33.  Nb2 Qb3 34.  Qf3 Nh7 35.  Bxb5 Qxb5 36.  Qf5 Qe8 37.  Nc4 Rf7 38.  Qg4 Qd7 39.  Qxd7 Rxd7 40.  Kg2 Rf7 41.  Rb1 Nf8 42.  Kg3 Ng6 43.  a4 Rd7 44.  a5 a6 45.  Rb6 Ne7 46.  Bxe7 Rxe7 47.  Rxa6 1-0

XP: Quais os seus planos daqui pra frente?

Iack: Pretendo me tornar MI em 1 ou 2 anos e conseguir jogar pelo menos 1 Final de Brasileiro nesse intervalo.

XP: O espaço agora é seu. Deixe seu recado!

Iack: Gostaria de agradecer o convite para participar da entrevista, agradecer a todos que me apoiaram e espero rever alguns amigos em breve no Aberto do Brasil Xadrez Potiguar dia 07/06 em Natal, abraços a todos!

 

Natal/RN, 3 de junho/12.

 
top